Grupo NRE participa de missão internacional

Missão aconteceu na Finlândia e Dinamarca.

às 14:35:39

Com o objetivo de tornar-se referência no país em qualidade de ensino, o Grupo NRE Educacional tem buscado permanente atualização, seja de seus docentes ou gestores, conhecendo e adotando as melhores práticas pelo mundo. No final do mês de abril o Grupo se fez presente por meio de seu presidente, Dr. Nicolau de Carvalho Esteves, na Finlândia e Dinamarca para conhecer o sistema educacional desses países.

Proporcionado pelo consórcio STHEM, esta é a 9ª Missão Técnica Internacional organizada pelo Semesp - Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior, sediado em São Paulo e abriga instituições de todo o país. Este importante encontro teve a duração de dez dias e dele participaram 42 instituições de ensino superior do Brasil, estando ali representadas por seus diretores, reitores ou mantenedores.

Segundo Dr. Nicolau, “o que se comprova é que o Grupo NRE está no caminho certo. Os países com sistemas educacionais mais avançados colocam o aluno como o protagonista de seu próprio aprendizado; e abandonaram o método tradicional, onde o professor era o agente ativo. Isto envolve a adoção de metodologias de ensino ativas e envolventes, procurando aproximar cada vez mais aquilo que o aluno vivencia no meio acadêmico com a sua prática, com o seu dia-a-dia no mundo real. As salas de aula e laboratórios são construídos de forma a incentivar os estudantes a colaborarem uns com os outros, na construção de um aprendizado pleno”, disse.

O Programme for International Student Assessment (Pisa) é um indicador que mede a qualidade de ensino em quarenta países e por quatro anos consecutivos a Finlândia tem ocupado o 1º lugar, sendo referência de ensino no mundo. Tanto a Finlândia quanto a Dinamarca estão entre aqueles países que proporcionam as melhores qualidades de vida a seus habitantes graças à economia crescente e oferecendo os melhores sistemas educacionais do planeta.

Com apoio da Embaixada da Finlândia no Brasil, representada por Matti Landin, o Grupo visitou diversas universidades para conhecer o trabalho realizado e as práticas que o governo da Finlândia estabelece em suas instituições de ensino.

Na Dinamarca também se destaca a implantação das metodologias ativas de aprendizagem, e percebe-se uma grande interação das instituições de ensino com a comunidade onde estão inseridas. As universidades buscam uma interação muito próxima com a sociedade, buscando atendê-la em todos os seus anseios.

A indústria, o comércio e os serviços estão presentes dentro das universidades, interagindo e contribuindo para a construção do perfil adequado do profissional que será absorvido nas demandas futuras.


Fonte: